José Fogaça mantém vantagem sobre Maria do Rosário; Peemedebista teria hoje 58% dos votos válidos; Maria do Rosário teria 42%

Eleições -

Faltando quatro dias para o segundo turno da eleição para prefeito de Porto Alegre, o candidato à reeleição, José Fogaça, do PMDB, mantém a vantagem sobre sua adversária, Maria do Rosário, do PT. Se a eleição fosse hoje, 51% dos eleitores da capital gaúcha votariam em Fogaça, ante 37% que dariam seu voto à candidata petista, segundo pesquisa concluída pelo Datafolha nesta quarta-feira, 22 de outubro.

Leia mais »

José Fogaça, com 50%, lidera disputa, 13 pontos à frente de Maria do Rosário, que tem 37%

Eleições -

O atual prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, do PMDB, estaria reeleito, se o segundo turno da eleição para prefeito de Porto Alegre fosse realizado hoje. Metade (50%) dos eleitores consultados pelo Datafolha votariam no atual prefeito. O peemedebista tem 13 pontos de vantagem sobre sua adversária, Maria do Rosário, do PT, que conta com 37% das preferências. Votariam em branco ou anulariam o voto 6% e se dizem indecisos 7%.

Leia mais »

Na véspera do primeiro turno da eleição, José Fogaça tem 41% dos votos válidos; Maria do Rosário e Manuela empatam no limite da margem de erro

Eleições -

Na véspera do primeiro turno da eleição para prefeito de Porto Alegre, José Fogaça, atual ocupante do cargo, tem 41% dos votos válidos. Maria do Rosário, do PT, tem 21% e Manuela, do PC do B, 17% dos votos válidos. As candidatas empatam, em razão da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. No entanto, o empate se dá no limite da margem de erro: a candidata do PC do B pode ter entre 15% e 19% dos votos válidos, e a candidata do PT, entre 19% e 23% dos válidos. Ou seja, a deputada comunista, atinge, no máximo, o percentual mínimo obtido pela petista. Dessa forma, é mais provável que Maria do Rosário esteja à frente de sua adversária.

Leia mais »