Saltar para o conteúdo principal

Em BH, eleição tem diisputa indefinida entre Kalil (52%) e Leite (48%)

Eleições -

A disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte chega à véspera da eleição indefinida, tendo Kalil (PHS) e João Leite (PSDB) empatados no limite da margem de erro, com 52% e 48% dos votos válidos, respectivamente. O quadro é igual ao verificado no início desta semana, quando os candidatos tinham os mesmos índices, e difere do início da campanha neste 2º turno, que começou com Leite à frente: em pesquisa realizada em 11 de outubro, o tucano tinha 55% dos votos válidos, ante 45% do adversário. Essa contabilidade utilizada para chegar aos votos válidos, porém, não inclui os índices de votos em branco, nulos ou de eleitores indecisos, que na capital mineira atingem taxas elevadas na véspera da votação e poderão definir quem será o próximo prefeito a partir do próximo ano.

No total de votos, quando contabilizados brancos, nulos e indecisos, a diferença entre os candidatos é ainda menor: Kalil tem 37% das intenções de voto, alta de três pontos desde o início da semana, quando aparecia com 34%, e Leite atinge 34%, ante 31% na pesquisa anterior. No mesmo período, as intenções de voto em branco ou nulos oscilaram de 20% para 19%, e a taxa de eleitores indecisos ou que não quiseram opinar caíram de 14% para 10%.

Ampla maioria (83%) dos eleitores mencionam corretamente o número que pretendem digitar na urna no próximo domingo para confirmar seu voto para prefeito, índice levemente superior ao registrado no último levantamento (79%). Entre os eleitores que declaram voto em Kalil, 85% sabem seu número, e entre os que optam por Leite esse índice é de 88%.

Questionados se estão totalmente decididos sobre a opção de voto declarada, 88% disseram que sim, e 11% ainda podem mudar. Na pesquisa anterior, esses índices eram de 82% e 17%. Na parcela do eleitorado que declara voto no candidato do PHS, 90% estão totalmente convictos do seu voto, índice similar ao registrado pela candidatura do candidato tucano (89%). Entre os eleitores que pretendem votar em branco ou nulo, 83% estão totalmente decididos sobre essa opção.

Dentre os que não estão totalmente convictos do voto, 18% avaliam que a chance de mudança é grande, 46%, que é media, e 36%, que é pequena. Na fatia dos que inicialmente pretendem votar em Kalil, 16% consideram que a possiblidade de mudança é grande. Entre os que preferem João Leite, esse índice fica em 25%.

Consultados sobre o momento de decisão do voto, 80% dos eleitores totalmente decididos informaram que a escolha foi feita logo após o 1º turno, e os demais se dividem entre os que decidiram sua opção de voto há aproximadamente 15 dias (9%) e os que decidiram nesta semana (11%)

Baixe esta pesquisa