Saltar para o conteúdo principal

2.3 milhões de paulistanos assistiram ao BBB 14 em seu último mês

Mercado -

No mês em que chegou ao final de mais uma edição, em março, o Big Brother Brasil manteve seu nível de audiência na cidade de São Paulo, atingindo 25% dos telespectadores com 16 anos ou mais.

Isso significa que aproximadamente 2,3 milhões de paulistanos com 16 anos ou mais acompanharam o desfecho do reality show da Rede Globo, segundo o PRM (Pesquisa de Retenção de Merchandising), pesquisa realizado pelo Datafolha que mostra a retenção espontânea de propagandas no contexto dos programas de TV.

O perfil do telespectador está mais concentrado entre as mulheres, entre os de 16 a 40 anos e entre os pertencentes às classes A/B/C.

Carrefour (19,8%), Fiat (16,6%) e Guaraná Antarctica (15,3%) são as marcas que obtiveram o melhor desempenho em retenção de merchandising na 14ª edição.

Chocolates Brasil Cacau (10,4%) e Omo (6,5%) dividem a segunda posição do ranking, enquanto, com taxas menos expressivas, Elsève (2,2%), Kibon (2,1%), Panasonic (1,4%) e Garnier (0,7%) ficam na terceira posição.

Dentre as 13 marcas que inseriram ações de merchandising no BBB14 em março, Café 3 Corações, Durex, Fusion e New Móveis não foram lembradas espontaneamente.

Além da lembrança de marcas, o PRM mede também o grau de afinidade entre as ações e os programas de TV através de indicadores qualitativos. Os que se destacaram no Big Brother Brasil 14 foram Adequação (151), Execução (146), Diferenciação (145) e Contextualização (144).

Ou seja, as ações inseridas combinaram com o programa, mostraram melhor os benefícios dos produtos ou serviços, passaram a ideia dos produtos serem melhores e os telespectadores gostaram da forma como elas aconteceram no BBB14.

BAIXE OS DADOS DESTA PESQUISA