Saltar para o conteúdo principal

Taxa de reprovação ao Congresso passa de 44% para 40%

Opinião Pública -

A aprovação da atual composição do Congresso Nacional, eleita em 2006 e com dois anos e onze meses no poder, mantém-se estável em relação à última pesquisa realizada pelo Datafolha. Em agosto de 2009, 14% consideravam o desempenho de senadores e deputados ótimo ou bom, essa taxa hoje é de 15%, já a parcela dos que avaliam o desempenho da instituição como ruim ou péssimo passou de 44% para 40%. Para 39%, o desempenho é regular, ante 36% observado em agosto.

Foram entrevistados pelo Datafolha 11.429 brasileiros com 16 anos ou mais, entre os dias 14 e 18 de dezembro de 2009. A margem de erro para o total da amostra é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Congresso Nacional é reprovado principalmente pelos brasileiros mais escolarizados (47%), pelos que declaram renda acima de cinco salários mínimos (48%), mesma taxa observada pelos moradores do Estado de São Paulo. Na capital paulistana a taxa de reprovação chega a 54% e atinge 62% em Florianópolis.

A reprovação ao desempenho dos congressistas também é maior entre os simpatizantes do PP (64%) e do PV (54%).