Saltar para o conteúdo principal

Governo Crivella é reprovado por 72%

Opinião Pública -

A gestão do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) à frente da Prefeitura do Rio de Janeiro é avaliada como ótima ou boa por 8% dos cariocas com 16 anos ou mais. A maioria (72%) dos moradores da capital fluminense considera o governo Crivella ruim ou péssimo, e para 20% é regular. Há ainda 1% que preferiu não opinar.

Pesquisa realizada em março do ano passado mostrava Crivella com um nível de aprovação similar ao atual (9%), porém com reprovação mais baixa (61%). No início de outubro de 2017, levantamento feito após os nove primeiros meses de mandato do atual prefeito apontava que 16% consideravam seu governo ótimo ou bom, e para 40% era ruim ou péssimo, com 39% de regular.

A taxa atual de reprovação ao governo Crivella é o mais alto da série histórica do Datafolha para a Prefeitura do Rio de Janeiro, que começa em junho de 1993, durante o primeiro mandato de César Maia. Desde então, o índice mais alto de reprovação a um chefe do Executivo no Rio havia sido registrada em junho de 1994, quando 56% apontaram o governo do próprio Maia como ruim ou péssimo.

Atualmente, o prefeito tem aprovação acima da média apenas entre evangélicos (14%), mas a reprovação neste segmento continua sendo majoritária (56%). Na parcela com nível superior de ensino, 84% reprovam a gestão Crivella, e entre adeptos de religiões afro-brasileiras esse índice chega a 95%.

Na parcela que aprova o governo de Jair Bolsonaro, 56% reprovam Crivella. Entre quem considera a gestão do atual presidente da República regular, 68% reprovam a atual administração do Rio. O índice de reprovação ao atual prefeito é ainda mais elevado (86%) entre aqueles que também consideram o governo de Bolsonaro ruim ou péssimo. O desempenho do prefeito do Rio também é visto como ruim ou péssimo pela maioria dos que avaliam o governo de Wilson Witzel à frente do Estado do Rio de Janeiro como regular (73%) ou ruim ou péssimo (82%). Cerca de metade (48%) dos que aprovam o desempenho do governador do Rio consideram a gestão de Crivella ruim ou péssima.

De 0 a 10, a nota média atribuída ao governo Crivella é 2,6. De 0 a 10, sendo que 45% atribuem nota 0 à administração do atual prefeito.

Gestão witzel é reprovada por 40% dos cariocas

O governador Wilson Witzel (PSC) tem sua gestão avaliada como ótima ou boa por 18% dos moradores da cidade do Rio de Janeiro com 16 anos ou mais. Para 40%, seu governo é ruim ou péssimo, e outros 40% o considera regular. Há ainda 2% que não opinaram.

A aprovação ao governador é mais alta entre os homens (24%) do que entre as mulheres (13%). Na faixa dos mais jovens, de 16 a 24 anos, a reprovação a Witzel fica acima da média (52%). A taxa de ruim ou péssimo do governador também é mais alta entre os mais escolarizados (48%) do que entre quem estudou até o ensino médio (37%) ou fundamental (35%). Entre os mais ricos, com renda familiar superior a 10 salários, 53% consideram a desempenho do governo Witzel ruim ou péssimo.

O governador tem sua melhor taxa de aprovação (39%) entre os cariocas que também aprovam a gestão de Jair Bolsonaro. Esse índice cai para 14% entre quem avalia o governo Bolsonaro como regular, e para 5% entre quem reprova a atual administração federal. Também há correlação entre a aprovação ao prefeito Marcelo Crivella e ao governador: no grupo que avalia a gestão municipal ótima ou boa, 49% também aprovam Witzel; entre quem considera o governo Crivella regular, 27% aprovam a administração estadual; na parcela que reprova o desempenho do prefeito, apena 12% aprovam o trabalho feio pelo governador.

De 0 a 10, os cariocas atribuem nota média 4,1 ao governador Wilson Witzel. Uma parcela de 22% atribue nota 0 a ele, 23% dão nota 5.

Bolsonaro é reprovado por 41%, e 29% aprovam presidente

Ex-deputado pelo estado do Rio, Jair Bolsonaro é o chefe de Poder Executivo mais bem avaliado pelos cariocas: para 29%, o desempenho do atual presidente é ótimo ou bom, e para outros 29% é regular. Uma fatia de 41% avalia o governo Bolsonaro como ruim ou péssimo, e 1% não opinou.

A aprovação ao presidente é mais alta entre os homens (35%) do que entre as mulheres (24%). Na faixa dos mais jovens, a taxa de ótimo ou bom de Bolsonaro entre os cariocas é mais baixa (21%), e a de ruim ou péssimo fica acima da média (52%). Entre os mais escolarizados, a reprovação também é mais alta (50%), e a taxa de regular cai para 20%. Na parcela de evangélicos, a aprovação fica acima da média (36%), e a reprovação, abaixo da média (29%). Como comparação, no grupo de católicos esses índices vão a 27% e 42%, respectivamente.

Assim como na análise de popularidade cruzada de Crivella e Witzel, o governo de Jair Bolsonaro encontra maior respaldo entre aqueles que também aprovam os chefes dos executivos municipal e estadual. Entre quem considera o governo de Witzel ótimo ou bom, por exemplo, 64% também aprovam o desempenho do atual presidente. Na fatia de cariocas que reprovam o governador, apenas 11% aprovam Bolsonaro. Uma fatia de 55% dos que aprovam o governo Crivella também consideram o governo Bolsonaro ótimo ou bom. Na parcela majoritária que reprova a atual gestão municipal do Rio, a aprovação ao presidente Bolsonaro fica em 22%.

De 0 a 10, a nota média atribuída ao governo Jair Bolsonaro pelos cariocas é 4,4. Para 26%, o desempenho de Bolsonaro à frente da Presidência merece nota 0, e 8% dão a ele nota 10.

Baixa a pesquisa completa