Saltar para o conteúdo principal

Serviços de pedreiro registram queda de preço em São Paulo

Preços -

Reformar o lar requer um pouco além do quesito financeiro. Qualidade dos materiais, bons profissionais e uma pitada de paciência combinam com o sucesso da obra. Contudo, neste último estudo, a questão financeira pode compensar qualquer transtorno não previsto. Segundo levantamento realizado pelo Datafolha, entre os dias 3 e 13 de outubro de 2016, ficou mais em conta contratar alguns serviços de pedreiro. A pesquisa detectou considerável queda para o serviço de colocação de porcelanato. Foi apurado um valor médio do m² de R$ 54, com contrapiso já preparado. No levantamento anterior, feito em janeiro deste ano, o valor médio era R$ 61, registrando queda de 11,48%. Outro serviço que também oscilou negativamente foi o de revestimento em parede já preparada, onde o valor médio do m² caiu 10,53% (R$ 34 contra R$ 38).

Em contrapartida se, em vez de reformar seja necessário consertar, os serviços de encanador registraram aumento e, dessa vez, o consumidor entrou pelo cano. Para reparar a válvula de descarga comum de parede, o valor médio apurado foi de R$ 121 - aumento de 12,04% em relação a janeiro/2016, onde a cotação média foi de R$ 108. E o prejuízo pode ser ainda maior se o contratante não cotar previamente, já que a variação de valores desses profissionais para este serviço pode chegar a 400%, com valores praticados entre R$ 50 e R$ 250.

Porém, se o problema for na cozinha, mais especificamente na pia, a troca de um sifão de plástico, modelo em 'L', custa em média R$ 82 - aumento de 3,80%, já que o valor médio auferido no estudo anterior era R$ 79. Essa baixa variação ficou aquém do IPC-FIPE (Índice de Preços ao Consumidor do Município de São Paulo) registrado no período comparativo, de janeiro a outubro/2016, de 5,62%. Contudo, o levantamento apurou valores entre R$ 30 e R$ 150 para realizar este serviço, ou seja, oscilação de 400%. Então, antes de contratar, melhor pesquisar, e deixar o sifão carregar apenas água, e não o seu dinheiro.

</center></center> </center></center>