Saltar para o conteúdo principal

Para 64%, presidente sabia de suspeitas de corrupção na compra de vacinas

Opinião Pública -

A maioria dos brasileiros adultos (70%) tomou conhecimento das suspeitas de corrupção no processo de compra de vacinas contra a Covid-19, levantadas pela CPI da Covid, aberta pelo Senado Federal para investigar as ações do governo na pandemia. Dessa parcela, 22% declararam estar bem informados sobre o tema, 39%, mais ou menos informados, 9% mal informados e 30% não tomaram conhecimento.

A taxa de conhecimento a respeito das suspeitas de corrupção no processo de aquisição das vacinas é mais alta entre os mais instruídos (83%) e entre os que possuem renda familiar mensal de mais de 5 salários mínimos (83%) e entre os moradores da região Sudeste (76%).

Nesse levantamento, entre os dias 07 e 08 de julho de 2021, foram realizadas 2.074 entrevistas presenciais em 146 municípios, com brasileiros de 16 anos ou mais, de todas as classes sociais e de todas as regiões do país. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos considerando um nível de confiança de 95%.

Quanto ao conhecimento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o caso, dois em cada três (64%) avaliam que o presidente sabia das suspeitas de corrupção na compra das vacinas, 25% avaliam que ele não sabia e 11% não opinaram. Entre os que tomaram conhecimento das suspeitas de corrupção na compra das vacinas, 74% avaliam que o presidente sabia da situação, 20% que ele não sabia e 6% não opinaram.

A parcela que avalia que o presidente sabia das suspeitas de corrupção é mais alta entre os que nunca confiam nas falas do presidente (85%), entre os que reprovam o governo Federal (88%) e entre os que têm 16 a 24 anos (72%).

Quando questionados se houve corrupção por parte do governo Federal na compra das vacinas, 63% avaliam que sim, 25% que não houve e 12% não opinaram. A parcela dos que suspeitam que houve corrupção por parte do governo Federal é majoritária em todas as variáveis sociodemográficas, com exceção dos empresários e entre os que possuem 60 anos ou mais.

Entre os que tomaram conhecimento das suspeitas de corrupção na compra das vacinas, 77% avaliam que houve corrupção por parte do governo Federal, 17% avaliam que não houve e 6% não opinaram.

Baixa a pesquisa completa