Saltar para o conteúdo principal

Avaliação negativa do governo Jair Bolsonaro oscila de 46% para 48%

Opinião Pública -

Pesquisa Datafolha mostra que as taxas de avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) se mantiveram estáveis em comparação à pesquisa anterior, de março passado. A metade (48%) dos eleitores avalia como ruim ou péssimo o governo Bolsonaro (eram 46%), 27% avaliam como regular (eram 28%) e 25% avaliam como ótimo ou bom (mesmo índice de março). Uma fração de 1% não opinou (mesmo índice anterior).

A pior taxa de reprovação ao governo Bolsonaro foi observada em dezembro de 2021, quando era 53%. Já, a melhor taxa de aprovação foi observada em dezembro de 2020, quando era 37%.

Em comparação com outros ex-presidentes eleitos após a democratização, no mesmo período de tempo de mandato, Bolsonaro é o pior avaliado. FHC, em maio de 1998, tinha 31% de aprovação e 24% de reprovação, Lula, em maio de 2006, tinha 39% de aprovação e 22% de reprovação, e Dilma, em maio de 2014, tinha 35% de aprovação e 26% de reprovação.

O atual levantamento foi realizado nos dias 25 e 26 de maio de 2022, com 2.556 entrevistas presenciais em 181 municípios, com eleitores de 16 anos ou mais de todas as regiões do país. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos considerando um nível de confiança de 95%.

Baixa a pesquisa completa