8% não tomaram vacinam nem pretendem se vacinar

Opinião Pública -

Um quarto dos brasileiros com 18 anos ou mais (25%) declarou que já tomou a primeira ou a segunda dose da vacina contra a Covid-19 (era 5% em março) - entre os que têm 60 anos ou mais esse índice sobe para 92%. Dois em cada três (66%) declararam que pretendem se vacinar e 8% não tomaram a vacina e nem pretendem se vacinar. Uma fração de 1% não opinou.

Leia mais »

Maioria aprova CPI da Covid, mas não acredita em seus resultados

Opinião Pública -

Oito em cada dez brasileiros (82%) avaliam que o Senado Federal agiu bem ao abrir a CPI da Covid, 11% avaliam que o Senado agiu mal, 2% são indiferentes e 5% não opinaram. Entre os que têm conhecimento da CPI, 84% avaliam que o Senado agiu bem ao abri-la e 13% que o Senado agiu mal. A avaliação que o Senado Federal agiu bem ao abrir a CPI da Covid é majoritária em todas as variáveis sociodemográficas e também, entre os que aprovam o governo Bolsonaro (67%) quanto entre os que o reprovam (90%).

Leia mais »

Cai índice dos que acreditam que pandemia está fora de controle no Brasil

Opinião Pública -

A parcela de brasileiros adultos que tem algum medo de se infectar com o coronavírus se manteve estável, em patamar elevado, porém, o índice dos que têm muito medo de se infectar diminuiu em comparação a março. Oito em cada dez (81%) declararam ter algum medo de se infectar (era 82% em março, 77% em janeiro, 73% em dezembro, 78% em agosto, 78% em junho e 77% no início de abril), desses, 49% têm muito medo (era 55% em março, 44% em janeiro e 41% em dezembro) e 32% um pouco de medo (era 27% em março e 33% em janeiro). Uma fração de 16% declarou não ter medo de se infectar com o coronavírus (era 12% em março e 16% em janeiro) e 3% declararam espontaneamente que já foi infectada (era 7% em março).

Leia mais »

Cai reprovação ao Ministério da Saúde e governadores na pandemia

Opinião Pública -

Pesquisa Datafolha mostra que metade dos brasileiros adultos (51%) avalia como ruim ou péssimo o desempenho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no combate à pandemia do coronavírus. Uma parcela de 27% avalia como regular, para 21% é ótimo ou bom e 1% não opinou. Em comparação à pesquisa anterior, de março, os índices ficaram estáveis: naquela data 54% reprovaram o desempenho do presidente no combate à pandemia, 24% avaliaram como regular e 22% aprovaram.

Leia mais »

Aprovação a governo Bolsonaro cai de 30% para 24%

Opinião Pública -

A aprovação ao governo Jair Bolsonaro (sem partido) caiu de 30% em março deste ano para 24% em maio, índice mais baixo registrado desde o início do seu mandato. No mesmo período, a reprovação oscilou de 44% para 45%, dentro da margem de erro, e a aprovação regular subiu de 24% para 30%. Há ainda 1% que não opinaram sobre o desempenho da gestão Bolsonaro.

Leia mais »