Isolamento atinge menor patamar da pandemia em dezembro

Opinião Pública -

Pesquisa Datafolha mostra que os níveis de isolamento social seguem recuando e alcançaram em dezembro o patamar mais baixo do ano. Quatro em cada dez adultos (39%) que possuem celular estão totalmente isolados ou saem de casa somente quando inevitável (era 51% em agosto, 63% em junho e 72% no início de abril). Desses, 5% não saem de casa de jeito nenhum (era 8% em agosto, 12% em junho e 18% no início de abril) e 34% saem de casa somente quando muito necessário (era 43% em agosto, 51% em junho e 54% no início de abril). Uma parcela de 54% declarou que sai de casa para trabalhar ou fazer outras atividades (era 44% em agosto, 34% em junho e 24% no início de abril) e 7% saem de casa normalmente, sem alterar a rotina (era 6% em agosto) - ambos os índices são os mais altos da série.

Leia mais »

Aprovação ao trabalho de Bolsonaro na pandemia é inferior à de governadores e prefeitos

Opinião Pública -

A aprovação ao desempenho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no combate à pandemia causada pelo coronavírus no país se manteve em 30% entre agosto e dezembro, e também ficou estável a reprovação ao seu trabalho neste tema, com oscilação de 43% para 42% no mesmo período. Há ainda 27% que consideram que o presidente vem fazendo um trabalho regular na pandemia, e 1% não respondeu.

Leia mais »

Disposição para se vacinar contra Covid-19 cai de 89% para 73%

Opinião Pública -

O percentual de brasileiros dispostos a se vacinar contra a Covid-19 caiu de 89% na primeira quinzena de agosto para 73% em dezembro, e no mesmo período cresceu de 9% para 22% a parcela de pessoas que declaram que não querem tomar a vacina. Há ainda 5% que preferiram não opinar.

Leia mais »

Bolsonaro mantém aprovação de 37%, e 32% reprovam seu governo

Opinião Pública -

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) manteve a aprovação de 37% dos brasileiros a seu governo em dezembro, mesmo índice registrado na primeira quinzena de agosto, repetindo assim o melhor desempenho desde o início de sua gestão. Prestes a completar metade do mandato, Bolsonaro é reprovado por 32% (ante 34% em agosto), e os demais o consideram regular (29%, contra 27% no levantamento anterior) ou não têm opinião sobre o tema (3%).

Leia mais »

Avaliação do governo Bolsonaro cai no Rio, e reprovação em São Paulo atinge 50% dos eleitores

Eleições -

O governo do presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 23% dos eleitores paulistanos, e 50% o reprovam. Há ainda 26% que consideram o governo regular, e 1% não tem opinião a respeito. Na comparação com pesquisa realizada na semana anterior, a aprovação de Bolsonaro na cidade de São Paulo oscilou para baixo (era de 25%), e houve oscilação positiva na sua reprovação (era de 48%).

Leia mais »