Saltar para o conteúdo principal

Após início do horário eleitoral, Humberto Costa (PT) e Geraldo Júlio (PSB) dividem a liderança

Eleições -

Geraldo Julio cresceu 21 pontos em relação à pesquisa realizada em julho

A primeira pesquisa Datafolha após o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV revela que a disputa pela prefeitura está acirrada. Em pouco mais de um mês, o candidato do PSB, Geraldo Julio, cresceu 22 pontos, passou de 7% em 19 e 20 de julho para 29% agora. O senador Humberto Costa (PT) perdeu seis pontos no mesmo período e também tem 29% das intenções de voto. Considerando a margem de erro de três pontos para mais ou para menos, os dois candidatos estão tecnicamente empatados. Mendonça (DEM), que ocupava o segundo lugar na pesquisa com 22%, perdeu 11 pontos e agora tem 9% das intenções de voto. Daniel Coelho (PSDB) tem 12%, (tinha 8% na pesquisa anterior). Edna Costa (PPL) e Roberto Numeriano (PCB) têm 1% cada (mesmos índices de julho). Jair Pedro (PSTU) foi citado, porém não alcançou 1% das menções. Declaram que pretendem votar em branco ou nulo, 10% (eram 13%) e 9% estão indecisos (eram 10%).

Foram ouvidos 832 eleitores de Recife, com 16 anos ou mais, nos dias 28 e 29 de agosto de 2012. A margem de erro máxima, para o total da amostra, é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Geraldo Júlio cresceu em todos os segmentos pesquisados com destaque para os eleitores mais escolarizados, passou de 15% para 32%. Neste mesmo segmento, Humberto Costa perdeu 13 pontos (de 35% para 22%). Outros destaques são observados entre as mulheres: Geraldo Júlio obteve um crescimento de 25 pontos (de 4% para 29%) e entre os mais idosos, o candidato ganhou 28 pontos percentuais (passou de 5% para 33%).

Na intenção de voto espontânea quando não são apresentados os nomes dos candidatos aos entrevistados, Geraldo Júlio alcança 21% das citações, ante 15% de Humberto Costa. Anterior ao horário eleitoral, em julho, o petista tinha 11% e Geraldo Costa, 4%. Daniel Coelho é citado por 6% e Mendonça é por 4%. Não souberam apontar nenhum candidato espontaneamente 38% e 11% pretendem votar em branco ou anular o voto.

Humberto Costa é rejeitado por 29% e Geraldo Julio por 13%

Os candidatos mais rejeitados pelos eleitores da capital pernambucana são Mendonça (DEM) e Humberto Costa (PT), ambos com 29% de rejeição cada, seguidos por Edna Costa (PPL) com 26%, Jair Pedro (PSTU) com 23%, Roberto Numeriano (PCB), 19% e Daniel Coelho (PSDB) com 16%. Não votariam em Geraldo Júlio (PSB) de jeito nenhum 12% dos eleitores recifenses. Não souberam opinar sobre rejeição, 9%, 6% rejeitam todos os candidatos e 5% não rejeitam nenhum. Os índices de rejeição eram na pesquisa anterior: Mendonça, 26%; Costa, 24%; Edna Costa, 18%; Jair Pedro, 17%; Geraldo Júlio, 16%; Daniel Coelho, 15% e Roberto Numeriano, 15%.

Perguntados sobre o conhecimento de cada candidato, 96% dos recifenses afirmam conhecer Humberto Costa, dos quais 45% o conhecem muito bem, 30%, um pouco e 21% só de ouvir falar. Mendonça é conhecido por 95%, sendo que 37% o conhecem muito bem, 33% um pouco e 26% só de ouvir falar. Geraldo Júlio é conhecido agora por 74% dos eleitores, ante 34% da pesquisa anterior, sendo que destes, 15% o conhecem muito bem, 24% um pouco e 36% só de ouvir falar.

Baixe esta pesquisa