Saltar para o conteúdo principal

Bolsonaro tem maior reprovação em São Paulo, e menor em Belo Horizonte

Eleições -

Dentre quatro capitais brasileiras, o governo do presidente Jair Bolsonaro tem reprovação mais alta em São Paulo, e menor em Belo Horizonte

O governo do presidente é aprovado por 25% dos eleitores paulistanos, e 48% o reprovam. Há ainda 27% que consideram o governo regular, e 1% não tem opinião a respeito. Na comparação com pesquisa realizada em meados de setembro, a aprovação de Bolsonaro entre eleitores da cidade de São Paulo recuou (era de 29%), e houve oscilação na avaliação alta na avaliação regular (era de 23%) e oscilação na reprovação (era de 46%).

Veja aqui mais informações sobre a avaliação de Bolsonaro em São Paulo.

Para 34% dos eleitores cariocas, Jair Bolsonaro (sem partido) faz um governo ótimo ou bom, para 25% faz um governo regular, e para 41% faz um governo ruim ou péssimo. Em comparação à pesquisa anterior, dos dias 05 e 06 de outubro, os índices ficaram estáveis, naquela data 37% aprovavam o governo federal, 25% avaliavam como regular e 38% reprovavam.

Baixe o relatório sobre a avaliação do presidente aqui.

Os eleitores de Belo Horizonte estão divididos ao avaliar o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Para 35%, Jair Bolsonaro (sem partido) faz um governo ótimo ou bom, para 26% faz um governo regular, e para 38% faz um governo ruim ou péssimo. Uma fração de 1% não opinou. Em comparação à pesquisa anterior, dos dias 05 e 06 de outubro, os índices ficaram estáveis, com a taxa de aprovação ao governo oscilando mais que as demais taxas, naquela data 40% aprovavam o governo federal, 23% avaliavam como regular e 37% reprovavam.

Baixe o relatório completo sobre esse tema.

No Recife, o governo é aprovado por 28% dos eleitores, mesmo índice dos que o consideram regular. Para 44%, a gestão do presidente é ruim ou péssima, e 1% não opinou. Em levantamento realizado há um mês, no início de outubro deste ano, a taxa de aprovação do governo Bolsonaro era de 29%, e 47% o reprovaram, com 23% de avaliação regular.

Veja mais informações aqui.