Saltar para o conteúdo principal

Reprovação ao congresso cai para 42%

Opinião Pública -

A maior parte dos eleitores brasileiros (42%) considera o desempenho do Congresso Nacional ruim ou péssimo, de acordo com a mais recente pesquisa do Datafolha, realizada nos dias 23 e 24 de maio. Para 37%, deputados federais e senadores vêm fazendo um trabalho regular, e na opinião de 12% eles vem desempenhando suas A maior parte dos eleitores brasileiros (42%) considera o desempenho do Congresso Nacional ruim ou péssimo, de acordo com a mais recente pesquisa do Datafolha, realizada nos dias 23 e 24 de maio. Para 37%, deputados federais e senadores vêm fazendo um trabalho regular, e na opinião de 12% eles vem desempenhando suas funções de maneira ótima ou boa.

Em relação à pesquisa realizada no início de abril, a reprovação ao Congresso caiu cinco pontos percentuais: naquela ocasião, 47% consideravam o trabalho dos congressistas ruim ou péssimo. O percentual dos que consideram o desempenho de deputados federais e senadores regular passou de 34% para 37% e a taxa dos que acham que eles vêm sendo ótimos ou bons oscilou de 13% para 12%.

A reprovação ao Congresso chega a 64% entre os eleitores com renda familiar mensal acima de 10 salários mínimos e é de 61% entre os que têm nível superior de escolaridade. Ela também é maior nas regiões Sudeste (47%) e Sul (46%) do que no Nordeste (34%), Norte e Centro-Oeste (40%).

São Paulo é, entre os três estados que permitem uma leitura em separado dos resultados, aquele no qual a reprovação aos congressistas é maior: 52% dos paulistas consideram o desempenho dos congressistas ruim ou péssimo, taxa dez pontos acima da média nacional. No Rio de Janeiro essa taxa é de 48%; já em Minas Gerais a reprovação a deputados federais e senadores fica cinco pontos abaixo da média, sendo de 37%.

O Datafolha ouviu 6000 eleitores brasileiros em 258 municípios, a partir dos 16 anos de idade. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Baixe esta pesquisa