Saltar para o conteúdo principal

Dilma mantém aprovação de 41% dos brasileiros

Opinião Pública -

A recuperação gradual da popularidade do governo Dilma Rousseff (PT), iniciada após os protestos de junho do ano passado, foi interrompida, e atualmente 41% dos brasileiros adultos aprovam o desempenho da presidente, mesmo índice registrado no final de novembro de 2013.

A parcela dos que avaliam bem a gestão da petista fica próxima à dos que a veem como regular (37%), e é duas vezes maior do que sua taxa de reprovação (21%). Na comparação com novembro, a fatia dos que reprovam o governo Dilma cresceu (era de 17%), e diminui a dos que o avaliam como regular (era de 40%).

Uma análise por segmentos da população mostra que a menor aprovação a Dilma está localizada na faixa dos mais jovens (35%), entre os mais escolarizados (30%), nas regiões Sul (36%) e Sudeste (35%), nas maiores cidades (36% naquelas com população entre 200 e 500 mil pessoas, e 33% entre as que abrigam mais de 500 mil pessoas), e entre os que acreditam que a situação econômica do país irá piorar (18%).

A presidente, porém, tem taxas de aprovação acima da média entre os menos escolarizados (50%), nas regiões Nordeste (49%) e Norte/Centro-Oeste (47%), em municípios menos populosos (46% tanto naqueles com até 50 mil habitantes quanto entre os que possuem de 50 a 100 mil habitantes), e entre os que que acreditam que a situação econômica do país irá melhorar (59%).

De zero a dez, a nota média atribuída à administração Dilma Rousseff é 6,2, ante 6,3 anteriormente.

Leia a análise de Mauro Paulino, diretor-geral do Datafolha, e Alessandro Janoni, diretor de pesquisas do Datafolha, sobre a avaliação do governo da presidente Dilma Rousseff e o cenário eleitoral de 2014.

Veja também detalhes sobre a pesquisa de avaliação do governo Dilma Rousseff em matéria publicada na Folha.

Baixe esta pesquisa