Saltar para o conteúdo principal

Cresce apoio à legalização da maconha no Brasil

Opinião Pública -

Pesquisa Datafolha mostra que a maioria dos brasileiros adultos segue favorável à proibição da maconha, porém a taxa recuou para o patamar mais baixo da série histórica, iniciada em 1995. Dois em cada três brasileiros adultos (66%) declararam que fumar maconha deveria continuar sendo proibido por Lei. Para 32%, fumar maconha deveria deixar de ser crime, 1% não se posicionou e 2% não opinaram.

Nesse levantamento, nos dias 29 e 30 de novembro de 2017, foram realizadas 2.765 entrevistas presenciais em 192 municípios brasileiros de todas as regiões do país. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos considerando um nível de confiança de 95%.

Na comparação com pesquisas anteriores, observa-se que o apoio à proibição da maconha é o mais baixo da série histórica. O índice ficou estável de 1995 (era 81%) a 2012 (era 77%), e agora recou 11 pontos. No mesmo período, a taxa de brasileiros que apoiam o fim da proibição ficou estável de 1995 (era 17%) a 2012 (era 20%), e agora cresceu 12 pontos.

Oito em cada dez brasileiros (80%) declararam que nunca fumaram maconha, 14% já fumaram, mas pararam, e 5% são fumantes. O índice de entrevistados que declararam que nunca fumaram maconha é mais alto entre as mulheres do que entre os homens (88% ante 73%), entre os mais velhos do que entre os mais jovens (96% ante 69%) e entre os menos instruídos do que entre os mais instruídos (83% ante 75%).

Baixe esta pesquisa