Saltar para o conteúdo principal

Kalil lidera disputa pela prefeitura em BH com 60% das intenções de voto

Eleições -

Primeira pesquisa Datafolha, após o início do horário eleitoral gratuito, mostra que Alexandre Kalil (PSD), candidato à reeleição, segue na liderança da disputa eleitoral para à Prefeitura de Belo Horizonte. Em comparação à pesquisa do início do mês, a intenção de voto no candidato do PSD passou de 56% para 60%.

Com índices mais baixos aparecem: João Vitor Xavier (Cidadania), com 7% (tinha 6%), Áurea Carolina (PSOL), com 5% (tinha 3%), Bruno Engler (PRTB), com 3% (mesmo índice anterior), Nilmário Miranda (PT), com 2% (mesmo índice anterior), e com 1%, cada um, Marilia Domingues (PCO) (mesmo índice anterior), Professor Wendel Mesquita (Solidariedade) (tinha 2%), Rodrigo Paiva (Novo) (tinha 2%), Luisa Barreto (PSDB) (não pontuou), Marcelo Souza e Silva (Patriota) (mesmo índice anterior) e Cabo Xavier (PMB) (mesmo índice anterior). Foram citados, mas não alcançaram 1% das intenções de voto os candidatos Fabiano Cazeca (PROS), Wanderson Rocha (PSTU), Wadson Ribeiro (PCdoB) e Lafayette Andrada (Republicanos).

A parcela que pretende votar em branco ou nulo diminuiu para 7% (era 13%) e indecisos são 7% (mesmo índice anterior) - o índice sobe entre os que têm 60 anos ou mais (13%) e entre os menos instruídos (13%).

Kalil lidera em todos os segmentos sociodemográficos e obtém índice de intenção de voto mais alto entre os que aprovam a maneira como sua gestão vem enfrentando a pandemia (73%). Já, João Vitor Xavier tem índice de intenção voto mais alta entre os que reprovam o governo Kalil no combate à pandemia (16%).

Nesse levantamento, nos dias 20 e 21 de outubro de 2020, foram realizadas 868 entrevistas presenciais, com eleitores da cidade de Belo Horizonte de 16 anos ou mais, de todas as regiões da cidade. A margem de erro da pesquisa é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos considerando um nível de confiança de 95%.

Na pergunta espontânea de intenção de voto, quando não se apresenta o cartão com os nomes dos candidatos, Kalil segue na liderança e ampliou sua vantagem para os demais candidatos. O índice menções espontâneas à Kalil subiu de 37%, no início do mês, para 49%, enquanto dos demais concorrentes ficaram estáveis.

Num patamar mais baixo estão os candidatos: João Vitor Xavier, com 3% (tinha 1%), Áurea Carolina, com 3% (tinha 2%), Bruno Engler, com 2% (tinha 1%) e Nilmário Miranda, com 1% (mesmo índice anterior). Outros nomes somados alcançam 4% (mesmo índice anterior), brancos ou nulos são 8% (era 10%), indecisos, 28% (era 42%), e 1% declarou que não irá votar nas eleições municipais deste ano (mesmo índice anterior).

Baixa a pesquisa completa