Disputa por vagas no senado está acirrada, 39% sabem o número de Mercadante, 36% sabem o de Quércia e 20% o de Tuma

Eleições -

A disputa pelas duas vagas ao Senado que o estado de São Paulo tem direito vai ser decidida voto a voto, mostra pesquisa realizada pelo Datafolha às vésperas da eleição, nos dias 4 e 5 de outubro. Aloizio Mercadante (PT) leva vantagem sobre seus adversários, pois empata tecnicamente com Romeu Tuma (PFL) na liderança; o pefelista, por sua vez, também empata com Orestes Quércia (PMDB), que está fora da disputa pela liderança mas tem chances de conquistar uma das vagas no Senado. O petista manteve os 37% obtidos na pesquisa anterior; Tuma se manteve com 36% e Quércia oscilou de 33% para 32%.

Leia mais »

Com 48% dos votos válidos, vitória de Lula em 1º turno ainda está indefinida; Serra, 21%, e Garotinho, 19%, disputam vaga para eventual segundo turno

Eleições -

Pesquisa realizada pelo Datafolha na antevéspera, dia 4, e na véspera da eleição, dia 5 de outubro de 2002, mostra que a eleição presidencial tanto pode ser definida neste domingo, 6 de outubro, quanto no segundo turno, a ser realizado no dia 27. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança; o candidato petista oscilou negativamente um ponto percentual em relação à pesquisa realizada no dia 2 de outubro, passando de 49% para 48% dos votos válidos. Para se eleger sem a necessidade de realização de segundo turno o candidato precisa atingir 50% dos votos mais um. Como a margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, Lula pode ter entre 46% e 50% dos votos válidos e, assim, se a eleição fosse realizada hoje, não seria possível afirmar se haveria segundo turno ou não.

Leia mais »

Lula mantém 49% dos votos válidos; Serra oscila positivamente e tem 22% dos votos válidos

Eleições -

Pesquisa realizada pelo Datafolha nesta quarta-feira, 2 de outubro de 2002, mostra estabilidade na disputa pela Presidência da República. Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança, seguido por José Serra (PSDB), que oscilou positivamente em relação à pesquisa anterior. Anthony Garotinho (PSB), que também oscilou positivamente no que diz respeito aos votos válidos, é o terceiro, e Ciro Gomes (PPS), que apresentou oscilação negativa, é o quarto colocado. Na pesquisa anterior, Ciro e Garotinho empatavam tecnicamente no limite da margem de erro.

Leia mais »