Bolsonaro é aprovado por 30% após um ano de governo

Opinião Pública -

A aprovação ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) oscilou de 29% no final de agosto para 30% na primeira semana de dezembro, mês em que completa um ano de governo. Nesse período, seu índice de reprovação passou de 38% para 36%, e a taxa dos que o avaliam como regular passou de 30% para 32%. Há ainda 1% que preferiu não opinar sobre o tema, em patamar estável.

Leia mais »

Maioria acredita que crescimento econômico não virá no curto prazo

Opinião Pública -

Pesquisa Datafolha mostra que a taxa de brasileiros otimistas com a situação econômica do país e pessoal vem recuando ao longo do ano. Este é o terceiro levantamento consecutivo que esses índices recuam. Com relação às expectativas macroeconômicas da inflação, desemprego e poder de compra dos salários os índices ficaram estáveis na comparação com julho.

Leia mais »

Maioria segue contra privatizações

Opinião Pública -

Embora tenha aumentado ligeiramente a parcela da população favorável à venda de empresas estatais, dois em cada três brasileiros (67%) se opõem às privatizações. Uma parcela de 25% é a favor da venda dessas empresas, e 2% são indiferentes, além de 6% que não opinaram. Em dezembro de 2017. em consulta sobre o tema, 70% se opunham à venda de empresas do governo para empresas particulares, e 20% se mostravam favoráveis.

Leia mais »

Maioria é a favor de manter atuais leis e políticas de incentivo à cultura

Opinião Pública -

Pesquisa Datafolha mostra que a maior parcela dos brasileiros adultos (67%) é favorável à manutenção das atuais leis e políticas de incentivo e fomento de atividades culturais, como de teatro, cinema, dança e literatura. Já, para 26%, o governo deveria acabar com essas práticas de incentivo e fomento e deixar que as atividades culturais busquem seus próprios recursos e 7% não opinaram - entre os mais velhos e entre os menos instruídos esse índice sobe para, respectivamente, 13% e 12%.

Leia mais »

Estável, Moro é aprovado por 51% dos brasileiros

Opinião Pública -

O índice de aprovação ao desempenho do ministro Sérgio Moro oscilou de 52% para 51% entre julho e agosto, com manutenção do nível de conhecimento de seu nome (94% dizem conhecê-lo em algum nível). Para 19%, o ex-juiz faz um trabalho ruim ou péssimo, ou seja, reprovam-no, e para 22% ele é regular. A taxa de reprovação ao desempenho de Moro é mais alta entre os mais escolarizados (24%) do que entre aqueles que estudaram até o ensino fundamental (18%) ou médio (18%). Na parcela da população que aprova o governo Bolsonaro, 85% também aprovam Moro.

Leia mais »