Maioria (60%) não mudaria do Recife

Eleições -

A maioria (60%) dos eleitores de Recife não se mudaria da cidade se tivesse essa oportunidade. A taxa dos que se mudariam é mais alta entre os mais jovens (49% entre quem tem de 16 a 24 anos) e cai conforme o avanço da idade. Na faixa intermediária, de 35 a 44 anos, 37% se mudariam, e entre quem tem 60 anos ou mais esse índice cai para 27%. Entre eleitores recifenses com renda familiar de até 2 salários mínimos, 36% se mudariam da capital pernambucana se pudessem, índice que sobe para 44% entre quem tem renda superior a 5 salários.

Leia mais »

Se pudessem, 57% deixaram o Rio

Eleições -

A maior parcela dos eleitores cariocas (57%) se pudesse se mudaria da cidade do Rio de Janeiro. Já, 42% não se mudariam e 1% não opinou. O desejo de mudança é mais alto entre os que têm 25 a 34 anos (66%) e entre os que pretendem votar em branco ou nulo (65%).

Leia mais »

49% dos eleitores de SP não têm interesse em horário eleitoral gratuito na TV

Eleições -

Metade (49%) dos eleitores paulistanos não tem interesse no horário eleitoral gratuito dos candidatos a prefeito exibido na TV. Há 17%, por outro lado, com grande interesse, e 33% têm um pouco de interesse. Entre os mais jovens, apenas 10% têm muito interesse, índice que alcança 21% na faixa de 35 a 44 anos. No eleitorado que declara voto em Bruno Covas (PSDB), 47% não têm interesse no horário eleitoral, ante 49% entre os potenciais eleitores de Celso Russomanno (Republicanos), 33% dos que pretendem votar em Guilherme Boulos e 42% dos que preferem Marcio França.

Leia mais »

Covas (23%) e Russomanno (20%) lideram disputa em SP

Eleições -

O candidato do Republicanos, Celso Russomanno, teve queda de sete pontos percentuais nas intenções de voto em relação ao início de outubro e neste momento é o candidato a prefeito de 20% dos paulistanos. Ele está tecnicamente empatado com Bruno Covas (PSDB), que oscilou de 21% para 23% no mesmo período. Diante de um movimento de baixa que já lhe tirou cerca de um terço das intenções de voto desde o início da campanha, está é a primeira vez que Russomanno aparece numericamente atrás do tucano.

Leia mais »