Apoio à democracia é recorde na véspera de eleição

Eleições -

Na véspera da sétima eleição presidencial direta desde o fim da ditadura militar, o apreço pela democracia nunca foi tão forte no Brasil. Para 69% dos eleitores brasileiros, a democracia é sempre a melhor forma de governo, índice superior ao registrado no último levantamento sobre o tema, em junho de 2018, quando 57% tinham a mesma visão sobre a democracia. Os demais, atualmente, dividem-se entre aqueles que, em certas circunstâncias, é melhor uma ditadura do que a democracia (12%), e quem acredita que tanto faz a forma de governo (13%), além de 5% que não opinaram.

Leia mais »

Maioria dos eleitores está triste e está com raiva da situação do país

Eleições -

Pesquisa Datafolha mostra que a maioria dos eleitores brasileiros está pessimista com o país. Das seis situações apresentadas, em todas a avaliação negativa superou a avaliação positiva: 88% se sentem inseguros no país (ante 11% que se sentem seguros), 79% estão tristes com relação ao país (ante 18% que estão felizes), 78% estão desanimados com o país (ante 21% que estão animados), 68% estão com raiva do país (ante 27% estão tranquilos), 62% estão com medo do futuro do país (ante 36% que estão com confiança) e 59% estão com mais medo do que esperança (ante 40% com mais esperança do que medo).

Leia mais »

Metade do eleitorado abriria mão de benefícios trabalhistas para ganhar mais e ter menos descontos

Opinião Pública -

Quando perguntados se preferem ser autônomos, com salários mais altos e pagar menos impostos, porém sem os benefícios trabalhistas, ou serem assalariados registrados, com os benefícios trabalhistas e pagar mais impostos, os eleitores brasileiros ficaram divididos. A metade (50%) declarou que prefere ser autônomo e 43% preferem ter carteira de trabalho assinada. Uma parcela de 7% não opinou.

Leia mais »

Doria sai na frente na disputa pelo governo de SP

Eleições -

Na primeira pesquisa Datafolha após o registro das candidaturas ao governo do estado de São Paulo, João Doria (PSDB) lidera a disputa, com 25% de menções, seguido por Paulo Skaf (MDB), com 20%. Com índices mais baixos de intenção de voto aparecem, Marcio França (PSB), com 4%, Luiz Marinho (PT), com 4%, Professora Lisete (PSOL), com 2%, Major Costa e Silva (DC), com 2%, e com 1%, cada um, Toninho Ferreira (PSTU), Marcelo Candido (PDT), Prof. Claudio Fernando (PMN), Rodrigo Tavares (PRTB) e Rogerio Chequer (NOVO). Edson Dorta (PCO) foi citado, mas não alcançou 1%. O índice de eleitores paulistas sem candidato alcançou 37%, desses, 26% pretendem votar em branco ou nulo e 11% estão indecisos.

Leia mais »

Câmara sai na frente na disputa por reeleição em Pernambuco

Eleições -

O atual governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), sai na frente na disputa por um novo mandato à frente do Estado de Pernambuco. Com 30%, ele tem vantagem de seis pontos sobre Armando Monteiro (PTB), que tem 24% das intenções de voto e desponta como seu principal adversário neste momento. A distância entre eles fica no limite da margem de erro entre dois candidatos, o que torna possível afirmar que o atual governador está à frente neste momento. Os dois já protagonizaram a eleição pelo Palácio das Princesas em 2014, com vitória de Câmara no primeiro turno e Monteiro em segundo lugar após liderar as pesquisas realizadas pelo Datafolha até um mês antes da eleição.

Leia mais »