Alckmin e Haddad lideram cenários para disputa pelo governo de SP

Eleições -

O Datafolha apresentou dois cenários distintos de intenção de voto para o governo do estado de São Paulo, no primeiro Geraldo Alckmin (PSDB) lidera a disputa, e no segundo, sem o nome do ex-governador, Fernando Haddad (PT) lidera. O Datafolha ressalta que os cenários estimulados não necessariamente estarão na disputa estadual de 2022.

Leia mais »

A um ano da eleição, Lula lidera disputa presidencial

Eleições -

Em um quadro de poucas mudanças desde julho, o ex-presidente Lula (PT) segue à frente na disputa eleitoral pela Presidência da República. Se a eleição fosse hoje, o petista teria 44% do total de votos no 1º turno, em um cenário em que o atual ocupante da cadeira, Jair Bolsonaro (sem partido), ocuparia a segunda posição, com 26% das intenções de voto. Na sequência aparecem Ciro Gomes (PDT), com 9%, João Doria (PSDB), com 4%, e Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 3%. Há 11% que votariam em branco ou nulo, e 2% não opinaram.

Leia mais »

Lula lidera disputa presidencial com 46%; Bolsonaro tem 25%

Eleições -

O ex-presidente Lula (PT) lidera a disputa eleitoral pela Presidência da República e, se a eleição fosse hoje, ele teria 46% dos votos no 1º turno em um cenário em que o atual ocupante do cargo, Jair Bolsonaro (sem partido), aparece na segunda posição, com 25% das intenções de voto. Na sequência estão Ciro Gomes (PDT), com 8%, João Doria (PSDB), com 5%, e Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 4%. Uma parcela de 10% votaria em branco ou nulo diante deste cenário, e 2% não opinaram.

Leia mais »

Lula lidera com 41% no 1º turno e tem vantagem sobre Bolsonaro (23%)

Eleições -

O ex-presidente Lula (PT) lidera as intenções de voto para a Presidência da República e, se as eleições fossem hoje, teria os votos de 41% dos brasileiros com 16 anos ou mais no 1º turno. O atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), aparece na sequência, com 23% das intenções de voto. Em um patamar mais baixo, empatados, estão Sérgio Moro (sem partido), com 7%, Ciro Gomes (PDT), com 6%, Luciano Huck (sem partido), com 4%, João Doria (PSDB), com 3%, Luiz Henrique Mandetta (DEM), com 2%, e João Amoedo (Novo), também com 2%. Uma parcela de 9% votaria em branco ou nulo, e 4% preferiram não opinar.

Leia mais »

Na véspera da votação, Covas (55%) tem vantagem sobre Boulos (45%)

Eleições -

Na véspera da votação que decidirá quem será o prefeito de São Paulo pelos próximos quatro anos, Bruno Covas (PSDB) tem 55% das intenções de votos válidos e é favorito para conseguir a reeleição. Seu adversário, Guilherme Boulos (PSOL), tem 45% das indicações de votos válidos . A pesquisa realizada entre a sexta-feira e o sábado que antecedem a eleição mostra um quadro estável em relação ao levantamento que foi a campo nos dias 24 e 25 desta semana, que trazia Covas com 54%, ante 46% de Boulos. No primeiro levantamento do 2º turno, realizado entre 17 e 18 de novembro, o tucano tinha 58%, e o candidato do PSOL, 42%. Em nova pesquisa realizada durante a última segunda-feira (23), a vantagem de Covas havia diminuído (55% a 45%), e o levantamento posterior trouxe o resultado de 54% a 46% mencionado anteriormente.

Leia mais »